4 votos | 1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas |Média: 3,50 de 5
Loading...Loading...

Como ativar todos os núcleos do processador no Windows 7 e 8

Muita gente não sabe, mas o Windows 7 e 8 não utilizam todos os núcleos do processador para atividades simples, como por exemplo a própria inicialização do sistema, a menos que seja exigido mais processamento da tarefa, aí sim ele ativa os outros núcleos um a um conforme a necessidade do sistema.

Porém, este é um padrão utilizado pelo Windows e não podemos mudar a forma com que ele gerencia seu processador no decorrer das aplicações automaticamente, porém, podemos adicionar todos os núcleos para serem utilizados na inicialização do sistema e de quebra ainda mostraremos algumas dicas pra determinar qual núcleo do processador você usará para aquela aplicação desejada, lembrando que o sistema já utiliza todos os núcleos, porém ele prioriza sempre o primeiro e vai aumentando gradativamente conforme sua necessidade.

Como ativar todos os núcleos do processador

Ativando todos os núcleos do processador

Clique em iniciar e digite: “msconfig” e pressione enter.

Na janela que se abrir clique na aba “Inicialização do sistema” e em seguida sobre o botão “Opões avançadas“.

A janela opções avançadas de inicialização se abrirá e você deverá marcar a caixa referente à “Números de processadores” e abaixo selecionar os núcleos desejados:

Ativar Todos os núcleos do processadorExemplo: Se o seu processador é um Dual-Core, então provavelmente você só conseguirá ativar dois núcleos do processador e caso seja um Quad-Core ou superior, poderá adicionar 4 ou mais núcleos e assim dependerá de cada computador.

Publicidade

Feito os passos, clique em Ok, e depois em Aplicar, e na janela que se abrir clique sobre “reiniciar agora ou você poderá adiar e reiniciar posteriormente para que as alterações tenham efeito.

Definindo afinidade de programas para os núcleos do processador

Conforme dissemos acima, é possível definir qual núcleo você quer que determinado programa utilize se o 1, o 2… e etc. Assim você poderá gerir manualmente as aplicações em seu computador distribuindo as tarefas conforme sua necessidade.

Devemos lembrar que a afinidade padrão dos programas é utilizar todos os núcleos e o Windows ficará com a tarefa de gerenciar quantos núcleos do processador aquela tarefa irá trabalhar.

Afinidade1Como exemplo: Você deseja que o processo “Explorer.exe” utilize apenas os núcleos 1 e 3 de seu processador, deixando os outros núcleos para outras aplicações, então faça o seguinte:

Clique com botão direito na barra de tarefas e em seguida escolha a opção “Gerenciador de tarefas“. Na janela que se abrir,  clique na aba “Processos” e em seguida no botão “Mostrar processos de todos os usuários“.

Agora basta você clicar no processo desejado com botão direito do mouse e escolher “Definir Afinidade” e em seguida marcar ou desmarcar os núcleos do processador que aquela tarefa não fará uso.

Bom… Agora você já sabe como definir afinidades para aplicações e também já sabe como ativar todos os núcleos do processador. Devemos lembrar, que a afinidade voltará ao normal após a inicialização do sistema e você terá que fazer o processo novamente conforme abre as aplicações.

Miller Alberto
Webmaster e blogueiro profissional, atualmente vive de blog e está satisfeito em ganhar fazendo aquilo que gosta. Afixado por tecnologia e internet, tem como hobby jogar FPS e criar conteúdo, dicas e tutoriais para os site e blogs que possui. Mais artigos deste autor

Miller Alberto

Webmaster e blogueiro profissional, atualmente vive de blog e está satisfeito em ganhar fazendo aquilo que gosta. Afixado por tecnologia e internet, tem como hobby jogar FPS e criar conteúdo, dicas e tutoriais para os site e blogs que possui. Mais artigos deste autor